Arquivos de Tag: huaíne nunes

São as águas de março fechando o verão…

…e o título mais clichê da história, rsrs. Mas achei muito adequado para as fotos que queria mostrar.

Há um tempo atrás, fotografei os 9 meses da Letícia. A Rebeca é a melhor amiga da Lelê e participou desse ensaio super verão. AMEI fazer essas fotos, meninas.

 

O pequeno príncipe Nicollas.

Mais um aniversário suuuuper fofo. O Nícollas é um gatinho. Adorei fotografar sua festinha de 1 ano. Sendo super fã do livro Pequeno Príncipe, adorei cada detalhe da decoração. Ficou um amor.

 

Primeiro Aninho da Nanda! ♥

Quaaantos aniversários lindos eu tenho para compartilhar com vocês! Vou dedicar os próximos dias a postar alguns aniversários super fofos que tenho fotografado aqui em Cascavel.

Lembram da Nanda? Ela apareceu aqui no blog quando tinha apenas 19 dias e aos 6 meses. Acompanhei todo o primeiro aninho dela durante o ano passado e em janeiro deste ano, ela completou um aninho.
O tema da sua festinha foi Chapeuzinho Vermelho (achei pra lá de original) e a decoração foi feita pelo Armazém das Festas.

Mamãe Dani, já estou com saudades da família querida de vocês!!

Primeiro Workshop do ano será em BH | Saiba mais sobre a aula.

Olá pessoal, que linda segunda-feira, não?
Faltando pouco mais de 30 dias para o primeiro workshop do ano, gostaria de contar um pouco mais para vocês, sobre como é a nossa aulinha.
Este é o último ano desta temática, que tenho lecionado desde o ano passado, portanto, é a última oportunidade para participar deste workshop.

O Workshop Desafios do Início de Carreira, é dividido em duas partes durante o dia. Vamos falar sobre elas:

Pela manhã, nós focaremos exclusivamente em business. Explico. O motivo de eu ter montado um workshop com essa temática, é porque quando eu estava começando a trabalhar com fotografia, me senti desamparada. Ninguém ajudava o iniciante. Não havia um norte. A impressão que o iniciante tinha [e ainda tem], é que todos os outros fotógrafos já estão indo muito bem. Todos tem agenda lotada, todos tem equipamentos top de linha, todo mundo sabe tudo, ninguém erra. É claro que isso não é verdade. Todo mundo começou um dia.
Por isso, durante todo este primeiro período do workshop, nós trataremos esses aspectos de início de carreira mesmo. Quem está começando, tem muitas dúvidas.  Vocês terão boas oportunidades para rir de mim (hihihi), já que mostro para vocês meu primeiro ensaio infantil, meu primeiro fotolivro e meus primeiros orçamentos.
Tudo o que for relacionado ao trabalho do fotógrafo, como marketing, divulgação do portfólio, como fazer novos clientes, como manter os atuais clientes, como elaborar bons contratos, montar diferentes pacotes de propostas, orçamentos bonitos e outras coisinhas. Falaremos também sobre formação de preços, sobre como precificar, como chegar em valores adequados ao mercado e ao seu trabalho, como calcular sua margem de lucro e tudo o mais.
É muito importante que o iniciante saiba se colocar no mercado, de modo a não “achatar” e atrapalhar o trabalho dos outros, cobrando valores absurdamente baixos. Mas também deve ter a consciência de que é um fotógrafo iniciante e que não é possível, logo de cara, aplicar valores que outros fotógrafos conhecidos e mais experientes aplicam. Quanto mais você estuda e se aperfeiçoa, seus preços vão mudando. Quando comecei, nada disso estava disponível. Não haviam aulas sobre esse tipo de coisa, portanto, acho bem legal ensinar esses aspectos, para que o iniciante já comece com o pé direito.

NOTA: Como o lema do meu workshop é – e sempre foi – “conte-me tudo, não me esconda nada” (rsrs), todos os alunos receberão, no DVD que faz parte do Kit Workshop, todos as minhas Propostas em PDF. Assim, ninguém precisa ficar copiando freneticamente, ou tirando fotos dos slides. Cada proposta que tenho montada aqui, como aniversário infantil, acompanhamento, ensaio de gestante, vocês receberão a cópia no dvd, para se inspirar no design, para ver valores (seus curiosos hehe) e o que mais desejarem. O mesmo se aplica aos modelos de contrato, para que, caso queiram, possam apenas alterar com seus dados e usar à vontade.

No período da tarde, é quando falaremos sobre técnica.  É onde o “conte-me tudo, não me esconda nada, fica ainda mais evidente”. Vamos falar sobre iluminação na fotografia infantil, sobre direção, sobre orientação ao cliente no pré e pós venda.  Vou contar tudinho para vocês sobre o meu fluxo de trabalho. Desde preparar meus equipamentos, o que uso, etc, até a finalização desses arquivos no Lightroom.  Vou contar como faço fotos nítidas, clarinhas, como edito essas imagens. Tudo o que vocês queriam saber, sem medo de perguntar.

Gosto de contar um pouco da minha rotina, tanto de fotografar, como de gerenciar o meu negócio. São meus assuntos preferidos. Acho que é por isso que gostei tanto de lecionar este workshop em 2013.  Tanto, que repeti a dose em 2014.
Faço tudo sozinha hoje em dia, não tenho assistentes, nem secretária. Foi necessário desenvolver um belo sistema de organização por aqui, para dar conta de vender, atender clientes, fechar contratos, fotografar, tratar fotos, entregar o material finalizado, fazer backups, montar álbuns, enviar prévias, trabalhar o pós venda e ainda encontrar tempo para atualizar o blog, conversar com vocês, montar workshops e tudo isso sem enlouquecer, rsrs. Tenho a convicção de que quando um trabalho é feito com amor, isso transparece. Os clientes notam e você se sente muito mais realizado. Para mim, é um prazer imenso poder passar a minha experiência para vocês.

Espero poder encontrá-los em sala de aula.  =]

BH
Saiba mais sobre este e outros workshops deste ano, clicando aqui, ou no banner acima. Datas, valores, horários, tudo isso você encontra na Lojinha da Hua.

Fotografia Newborn Lifestyle | Dicas sobre esse tipo de ensaio.

Olá queridos. Chegamos ao fim da semaninha de fotografia lifestyle de recém-nascidos! Gostaram dos posts?

Sabem que estou adorando essa ideia de semanas temáticas e ter voltado a fazer post com dicas? Acho que faz parte de mim essa coisa de escrever.

Hoje trouxe algumas diquinhas para fotografar recém-nascidos, ao estilo lifestyle.
Para quem nunca ouviu falar, lifestyle é o tipo de fotografia que registra o estilo de vida. É uma fotografia descomplicada, “stress free”, com eu gosto de chamar.

Eu fotografo dessa forma “desde sempre”. Nunca fui muito de usar props em excesso, montar cenários ou coisas do tipo. Foi ano passado que descobri que esse meu estilo de fotografar se chamava lifestyle. Esses dias até rolou uma matéria comigo no PhotoChannel sobre esse assunto, vocês podem acessar clicando aqui.
Claro que não é só com newborns que fotografamos assim, naturalmente. Adoro ensaios de família nessa temática, mesmo com crianças maiores. Aqui no blog vocês podem ver algumas clicando aqui e aqui. Me fascina o fato de ser possível criar tanto, num ambiente tão simples quanto o quarto do casal, por exemplo.

Bom, vamos à algumas diquinhas para trabalhar dessa forma com esses seres tão pequeninos!

O cuidado é o mesmo!
Esse tópico é tão importante que decidi que deveria ficar em primeiro lugar.
Não é porque o ensaio é “stress free”, que vocês devem esquecer tudo o que aprenderam sobre fotografia newborn. Não esqueçam que estamos lidando com uma pessoínha que acaba de nascer, que tem seu sistema imunológico pra lá de sensível e que é todo molinho igual massinha de modelar (rsrs). Portanto, se você não souber exatamente o que está fazendo, não faça!
Eu amei todos os cursos de newborn que fiz até agora. É impressionante o quanto se aprende sobre eles. Posso aplicar as técnicas que aprendi a cada ensaio. Eu só conduzo [ou dirijo] de uma maneira muito diferente do estilo tradicional. Mas o cuidado é sempre o mesmo.
Ao chegar, faça a higienização das mãos, antebraços e equipamentos fotográficos. Eu uso o álcool gel para isso. Gosto de lavar a mão assim que chego na casa do cliente, sempre antes de pegar o bebê e aplicar o álcool logo na sequência.
A única diferença aqui, é que não nos preocupamos com a lavagem de mantinhas, gorrinhos, etc. E nem precisamos necessariamente orientar as mamães, pois elas já se prepararam e muito bem, para a chegada do seu bebê. É importante que você – o intruso na casa dela – não estrague todo o ambiente limpinho e higienizado que ela acabou de criar.

HUA_4166
Lorenzo com 18 dias. Confira este ensaio completo clicando aqui. Ele também apareceu no blog aos 6 meses.

Fotografe a Rotina.
Você não precisa sempre posicionar o bebê e dizer para os pais o que devem fazer. Muitas vezes, propôr uma atividade pode nos dar uma boa variedade de cliques.

Banho gostoso do Nicholas. Lembram dele desse post?
Banho gostoso do Nicholas. Lembram dele desse post?

Os props.
Quando digo que não levo acessórios, não significa que eu não use nada em meus ensaios. Eu comprei uma faixa UMA vez. Não usei e dei de presente para uma amiga… Penso que a graça da fotografia lifestyle, está em guardar na lembrança um pouquinho da vida das pessoas, em forma de fotografia. Não sei vocês, mas eu, quando vejo fotos da minha infância, vivo um momento de nostalgia ao lembrar de algumas roupinhas, dos brinquedos preferidos, do fato de eu só calçar tênis, mesmo antes de saber andar – hábito que carreguei para a vida inteira. São essas fotos que me fazem recordar como era a nossa família naquela época.

É isso que quero para meus clientes. Use a casa deles, use as roupas deles, os brinquedos, os acessórios. Você está retratando aquela família. Não a sua!
Quando saio para fotografar, vou munida da minha câmera na mão e de uma mente aberta. Já falei isso por aqui no post com dicas de fotografia de gestante. A filosofia é a mesma aqui.

As poses.
Coisa linda nesse tipo de ensaio, é ter muita liberdade para criar. Você pode utilizar, mesmo na casa do cliente, algumas poses clássicas da fotografia newborn. Acho bacana colocar o bebê de bruços, com as perninhas cruzadinhas. Você pode usar a cama dos pais para isso. Lembre-se sempre de fazer o bebê dormir primeiro, assim você consegue uma expressão serena (sem caretinha de choro) e ele fica mais confortável. Colocar o bebê nessa posição acordado, é pedir para ele chorar de desconforto, além de esticar bracinhos e perninhas. Pelo menos essa é a minha experiência.

Outras poses legais – que gosto muito mais – são as focadas na interação dos pais (e irmãozinho, se tiver) com o bebê. Você pode usar e abusar da criatividade nesse momento e o bebê estará confortavelmente no colo dos pais. Colocar o bebê junto com o irmãozinho mais velho, desde que com o auxílio dos pais, também pode gerar cliques lindos, que eles guardarão para toda a vida.

HUA_8532 HUA_8591
Daniel aos 16 dias e suas três lindas irmãs.
Daniel aos 16 dias e suas três lindas irmãs.

Mantenha a postura.
Não é a toa que fazemos tantos cursos de fotografia newborn para nos especializar. Passe confiança para os pais. Mostre que sabe o que está fazendo. Não precisa virar o bebê de cabeça para baixo para isso. Muitas vezes, manter a calma, usar uma voz tranquila e demonstrar para a mãe que você não tem nenhuma pressa, já é o suficiente. Muitas vezes eu tenho que ficar relembrando as mães que eu não vou à lugar algum e que o ensaio pode levar o tempo que precisar. Elas precisam disso, pois estão cansadas, preocupadas e achando que você é uma “visita” na casa delas e que pode estar desconfortável.

Lívia aos 8 dias, no colinho da mana Yasmin.
Lívia aos 9 dias, no colinho da mana Yasmin.

Respeite o ritmo do bebê.
Um complemento do tópico acima. O ensaio vai durar quanto tempo ele tiver que durar. Como não faço algumas poses complicadas, pode ser que eu leve menos tempo do que o tradicional, mas independente do estilo de fotografia, as necessidades do bebê são as mesmas. Ele vai precisar mamar, ele vai precisar trocar a fralda, ele vai chorar e precisar ser acalmado. Tudo isso é absolutamente normal e você deve estar preparado para isso. Pode ser que o bebê logo durma, pode ser que não. E isso não é problema algum. Se o bebê estiver calminho, mas acordado, fique a vontade para fazer alguns cliques dos olhinhos atentos.

Miguel mamãe e mana!
Miguel, mamãe e mana!

A melhor época para fotografar.
A grande maioria dos fotógrafos newborn recomenda que se faça as fotos entre 5 e 15 dias de vida. Eu concordo! A fotografia lifestyle não “obriga” necessariamente que você fotografe antes disso, mas pela experiência, sei que a recomendação existe por um motivo. É que neste período, os bebês ainda estão maleáveis, não vão rejeitar determinadas posições, além de que, geralmente, ainda não começaram as temidas cólicas. Um bebê sem cólicas é um bebê feliz, rsrs.

E a iluminação?
Luz de janela para que te quero! Isso é pessoal e varia de fotógrafo para fotógrafo. Alguns atendem no próprio estúdio, mas usam luz de janela. Alguns usam softboxes imensos, de modo que conseguem uma luz difusa, mas trabalham com luz artificial (a vantagem é conseguir fotografar em qualquer horário). Eu adoro luz de janela e de uma bela contra-luz. Por essa razão, meus ensaios são feitos todos durante o dia.

Quem lembra da Letícia, que apareceu aqui no blog aos 6 meses?
Quem lembra da Letícia, que apareceu aqui no blog aos 6 meses? Aqui ela tinha apenas 17 dias.

As objetivas usadas.
Eu tenho apenas duas objetivas, a 24-70 2.8 e a 50mm 1.4. Ambas Nikon. Elas me atendem maravilhosamente bem. E o legal é que posso usá-las não só na fotografia newborn, como também em vários outros tipos de trabalho. Recomendo, no entanto, que você tenha pelo menos uma lente clara e nítida. Se eu fosse adquirir algo a mais, poderia ser uma 105mm macro, para fotografar detalhezinhos.

HUA_8515
A dudinha (dona dessas pernocas) já apareceu vááárias vezes por aqui. Confiram todos os posts.

Agendando e orientando.
Explique tudo para os pais. Conte para eles o que vai fazer e como. Tudo isso pode ser explicado numa reuniãozinha quando eles vierem fechar o contrato com você. Eu possuo também um pdf com essas dicas, que envio por email para meus clientes. Sempre oriento que agendem o ensaio antes mesmo do bebê nascer. A rotina vai mudar tanto quando o pequenino chegar, que eles acabarão esquecendo de você e não será possível fazer antes do bebê completar 15 dias de vida.

HUA_7857
Pedrinho aos 9 dias. Dá pra ver o ensaio completo dele clicando aqui.

Keep it clean!
Meu estilo de fotografar, é sempre muito clean e leve. Portanto, também oriento aos pais que estejam vestidos adequadamente para a sessão. Uma camisa branca para a mãe, por exemplo, é duplamente boa: fotografa bem e é prática para abrir, para as pausas para a amamentação. É importante deixar claro que o foco é o bebê, então outros elementos não podem chamar mais atenção do que eles.
O mesmo vale para objetos que seus clientes tenham pela casa. Como não estamos em nosso próprio ambiente, temos de nos esforçar para conseguir um fundo limpo, já que o cenário não estará pronto. No quarto do bebê, procuro deixar apenas objetos de decoração, como ursinhos, kits maternidade que geralmente combinam com as cores do quarto. No quarto dos pais, se formos usar a cama, por exemplo, acho importante retirar objetos da cabeceira, como controle remoto, copo d’água, telefone celular, entre outras coisas que possam desviar a atenção.

Amandinha aos 9 dias.
Amandinha aos 9 dias.

Detalhes, detalhes.
AMO pé de bebê. E vocês? Acho super fofo mostrar o quanto os pézinhos e mãozinhas são miudos. Se estiverem descascando um pouquinho, tudo bem também. Lifestyle é isso. Faz parte da vida.

Pézinhos do Felipe, aos 8 dias de vida.
Pézinho enrrugadinho do Felipe, aos 8 dias de vida.
Cílios lindos da Fernanda, aos 19 dias.
Cílios lindos da Fernanda, aos 19 dias.

Um beijo e um chamego.
Não sei vocês, mas eu me envolvo muito com meus clientes. Me sinto feliz pela felicidade deles e acho que isso transparece nas fotos. Curta o momento. Ele é maravilhoso.

Um beijo e boas fotos!

Um ângulo diferente para a pausa para mamar da Maria Clara.
Um ângulo diferente para a pausa para mamar da Maria Clara.