Sobre o meu upgrade de equipamento. Nikon D7000!

Depois de vender a minha D60tinha, anunciei no meu facebook e no twitter a minha nova aquisição: uma Nikon D7000.

Alguns de vocês já vinham me perguntando antes da compra o porquê dessa escolha e outros também me pediram para fazer um review da câmera. Geeente, review é complexo né, não tenho cacife pra isso.  Mas recomendo 3 excelentes reviews sobre ela: o do Ken Rockwell (babando ovo horrores pra Nikon); um excelente review em vídeo, num total de 50 minutos que me ajudaram tremendamente, do Camera Labs; e por último o sempre clássico Dpreview.

Isto posto, resolvi comentar aqui no blog (a título de entretenimento e curiosidade mesmo), algumas das minhas impressões gerais com a nova amiguinha.

Eu, que sempre fui uma enorme defensora da premissa de que não é o equipamento que faz suas fotos melhores, me vejo na obrigação de dizer aqui os fatores que influenciaram a minha decisão de sair da categoria entry-level e passar para a mid-size.

Não é exatamente uma justificativa, mas acho que o texto pode ajudar algumas pessoas que tem dúvidas sobre trocar ou não de equipamento.

Não estava muito criativa para fotos hoje.

Escolhi a D7000 por alguns motivos:

1 – Quero fazer vídeos.

Depois que aprendi na marra alguns recursos do Adobe Premiere, para poder editar o meu curso online de fotografia, achei a brincadeira muito divertida e que poderia render vários trabalhinhos bacanas se eu tivesse uma câmera que filmasse.

2 – Mudanças no meu próprio trabalho.

Quando eu comprei a D60, eu “olhe lá” fazia ensaios em externa. Como eu não trabalhava com fotografia, não havia a exigencia de certas coisas, como a qualidade da imagem em ISO elevado, por exemplo. Na D60, o ISO máximo ia até 1600 (sem contar os Hi1 e tal) e ainda assim a qualidade era sofrível. Por essa razão, eu nunca usava mais que ISO800.

Como comecei a trabalhar cada vez mais com festinhas infantis (nesses lugares que tem cama-elástica, piscina de bolinha e tudo o mais que a criançada adora, mas que é o pesadelo dos fotógrafos, porque a luz geralmente é horrível), eu via cada vez mais a necessidade de ter uma câmera que mandasse bem em ISOs elevados. A Nikon D7000 vai até 6400. Claro que a qualidade do 6400 é mais ou menos como o 1600 da D60, mas posso usar ISO 1000, 1600, 2000 com muito mais qualidade agora.

3 – Menos menus, mais botões de atalho.

Taí algo que sempre me incomodou na D60, quando eu precisava ser agil: configurar tudo nos menus no LCD. Na realidade, quando comprei eu não precisava de agilidade, era fotografia amadora, então tudo bem. Por isso ainda acho que as câmeras de entrada são excelentes para iniciantes. Agora, fotografando crianças que não páram um segundo, quanto mais acessíveis forem os comandos, melhor. O fato da D7000 (assim com a D80, D90…) ter um dial para abertura e outro para velocidade (a D60 tinha um só), usando o dedão e o indicador, facilitam HORRORES meu trabalho.

4 – Minhas lentes sem CPU.

Esse foi sem dúvida o maior ganho que tive com a D7000. Eu uso umas lentes antigas, principalmente a 50mm, que eram do meu pai. Na verdade ainda são, só estão comigo temporariamente, assim que eu comprar a 50mm AF-S f/1.4 (agora em setembro \o/) vou devolver a 50tinha do meu pai. Enfim, com essas lentes que são sem CPU eu fotografava “no escuro” na D60. Isso porque a D60 não as reconhecia e então eu ficava absolutamente sem fotômetro (isso sem contar que o foco é só manual também rsrs). Dessa forma, de duas, uma: ou eu ia na base da tentativa e erro, chutando a exposição, ou usava um fotômetro externo. Não era muito prático.

Já na D7000, a coisa mudou de figura… Nela é possível cadastrar um perfil de lente (dizer qual é a distância focal e a máxima abertura) e poder usar normalmente suas lentes sem CPU. Eu cadastrei a 50mm e agora ao girar o diafragma dela, é mostrado no LCD de cima qual é a abertura que está sendo usada. Além de passar a ter fotômetro, essas infos cadastradas aparecem no EXIF e você ainda tem a opção de usar o modo de prioridade de abertura (na D60 era só o Manual mesmo). Muito prático.

5 – Eu só tenho lentes DX.

Tirando as lentes antigas do meu pai, até agora eu só tenho lentes DX. A câmera que eu gostaria de comprar messsmo, era a D700, que é Full Frame. Mas além do corpo ser caro, o investimento se torna ainda maior, tendo em vista que precisaria ter um bom conjunto de lentes FX para acompanhá-la. (Quem não entendeu nada sobre esse parágrafo pode recorrer a um texto sobre nomenclatura Nikon).

Agora, a outra parte:  Porque eu não escolhi a D300s:

Como eu disse, já que não seria possível adquirir uma câmera Full Frame (financeiramente falando mesmo), a minha primeira opção, por pensar que era “mais câmera”, era uma Nikon D300s. O meu raciocínio foi o mais idiota: “É mais cara, deve ser melhor”.

Depois, pesquisando melhor, encontrei um comparativo do site Dpreview, que analisava cada uma das funções de cada câmera e pude chegar a outras conclusões:

1 –A D7000 é mais recente, então é um pouquiiinho mais “moderninha” em termos de software.

2- A vantagem da D300s seria o corpo de liga de magnésio, não é de plastico igual a D60, D90, etc… Só que a D7000 também tem corpo de liga de magnésio, então ela não perde nesse quesito de corpo resistente.

3- A D7000 tem mais megapixels, bom para grandes ampliações. Desde que uma cliente fez um banner na festa da filha com foto minha, comecei a me preocupar com isso.

4- Segundo consta no site do Dpreview, o processador da D300s é o expeed, mesmo da D60, já o da D7000 é o expeed 2. Eu não tenho a MENOR ideia do que isso significa (hehehe), mas se é o 2, deduzo que seja algo melhorado rsrs.

5- O ISO da D7000 vai mais “longe”. Na D300s termina em 3200, na D7000 em 6400.

6- Uma desvantagem da D7000 seria que ela tem 39 pontos de foco, contra 51 da D300s. Mas sabe de uma coisa? Eu usava TRES pontos de foco na D60 e nunca tive problemas com isso.

7- Uma real vantagem que eu vejo na D7000 é o peso, quase 200g mais leve que a D300s.

Agora, a pergunta que não quer calar: Será que minhas fotos com ela irão melhorar?

Meu palpite é de que não. Não necessariamente. A pessoa que fará as fotos ainda é a mesma. A criatividade e a técnica também são as mesmas. Isso melhorará com o tempo, conforme eu mesma for me aperfeiçoando, mas independe da câmera que eu tiver.

Eu acredito sim, que a qualidade da imagem será superior, por conta do avanço tecnológico de 2008 (ano de lançamento da Nikon D60) pra cá. Mas não passa disso. A responsabilidade de fazer fotos melhores está em minhas mãos, não nas da Nikon.

___

Enfim, queridos. Essas foram as conclusões que cheguei e que me deram a certeza de estar escolhendo um equipamento adequado para mim. É muito provável que a D300s (assim com outras câmeras), tenham inúmeras vantagens em cima da D7000.  Eu não faço trabalhos “pauleira”, por exemplo, que exijam um corpo altamente resistente. Também não vi a necessidade por enquanto de altíssima velocidade de gravação dos dados, que exigissem usar cartão compact flash (a D7000 usa cartões SD).

Para mim, está sendo uma excelente câmera. Meu próximo passo é continuar investindo em boas lentes (que não sejam DX), para que mais tarde, quando houver necessidade da próxima mudança de corpo, comprar enfim uma câmera Full Frame.

Um abração em todos!

59 thoughts on “Sobre o meu upgrade de equipamento. Nikon D7000!

  1. Tamyris Dias says:

    Lendo seu post e me identifiquei demais com o que escreveu. Estou no mesmo dilema!!! Pensei até em comprar duas câmeras, a D700 por ser Full Frame e outra (ou a D7000 ou a d300s) para filmagens. Confesso que ainda estou super indecisa, mas, andei lendo algumas matérias e conversando com alguns colegas e me disseram que a D7000 é uma belezinha, principalmente o vídeo. Tenho uma D80, e, quem tem essa câmera, custa querer trocar a bichinha… Ela é uma delícia, mas… já passou da hora. Mês que vem viajo para comprar a filhota nova.
    Já trabalho com lentes claras aqui, 2.8, 1.8 e 1.4 e em breve uma 1.2… Mas nenhuma FX, o que me faria fotografar em uma full frame mas sofrendo corte (uma judiação).
    Então eu penso que o meu destino será a D7000 mesmo, rs.
    Assim que tiver novas experiências com a câmera, vai colocando aqui pra gente ler.

    Beijos enormes

    • Huaíne Nunes says:

      Tamyris, no review do Ken Rockwell, ele diz que a qualidade da imagem da D7000 para a D700 é muitissimo semelhante (se bem que é uma afirmação polêmica, né? rsrs). Às vezes fico pensando se tem mesmo necessidade o full frame… ô duvida!

      Aqui a afirmação dele (citando porque pegar uma, ou outra):
      “Versus D700

      If cost isn’t a concern, what’s the bottom line: D700 or D7000?

      Picture quality is the same.

      Choose the D7000 for carrying all day, eternal battery life, small size, quiet operation and travel.

      Get the D7000 if you shoot more then one kind of thing: its U1 and U2 modes make resetting everything about the camera, say to go from photographing people to photographing scenery, easy.

      Choose the D700 if you prefer the bigger finder and don’t mind the size, weight, power consumption and acoustic noise. Get the D700 if you need to have it in-hand for Christmas.

      The D700 is in-stock and down to $2,349.95 at Adorama; it was $3,000 when it first came out.”

  2. Luciano L. Steffler says:

    Parabéns, eu iniciei este ano com a D90 e o kit 18-105mm e acho que estou indo bem, aprendendo sempre, não penso em trocar tão cedo, pois como disse, o equipamento não é o mais importante, embora sempre tem aqueles que dizem pra gente assim: “- Tb, com uma camera dessa até eu!” kkkk eu dou risada…
    Abraços!

  3. Tarcila says:

    Huaíne,
    Muito bom seu comentário sobre a câmera, é simples e instrutivo ao mesmo tempo.
    Gostei muito do que você falou sobre ter o equipamento que seja compatível com o trabalho que se deseja executar e é claro, com o bolso, hehehe.
    Muito sucesso no seu trabalho!
    Beijo
    Tarcila

  4. Jairo says:

    Huaine,
    parabéns pelo blog, dei uma passada rápida e achei bem bacana.
    Depois vou voltar com mais calma.

    Bem, aqui vai uma contribuição (se possível). Um dos motivos que você comentou sobre o upgrade é para a gravação de vídeos/tutoriais.

    Nao sei se conhece o phlearn, do fotógrafo Aaron Nace. É um videocast diário sober fotografia e photoshop.
    Ele explica num dos episódios qual é o esquema que ele usa para gravar /editar os vídeos dele, além dos equipamentos de iluminação/gravação (camera e microfone).
    Veja se ajuda no seu processo.
    Segue o link do episódio:

    http://phlearn.com/how-phlearn-is-made-episode-87/

  5. Bruno Almeida says:

    Huaíne,

    Quando comprei a minha câmera (Canon 50D) enfrentei o mesmo dilema – no caso foi entre a 50D e a 7D. Também considerei as câmeras da Nikon, claro, mas tinha aprendido com uma EOS 5 de película que uso até hoje. Uma diferença é que eu priorizei adquirir lentes que possam ser usadas tanto em full frames quanto nos atuais sensores APS-C.

    Claro que ISOs mais altos ajudam, um LCD mais amplo/nítido para rever os resultados, mais pontos de auto foco podem facilitar, 6 fps facilitam a pegar AQUELE instante de criança – mas o importante MESMO está atrás da lente, antes mesmo do viewfinder 100% (Ok, nisso eu estou com inveja). O importante é e sempre será o/a fotógrafo/a.

    E agora que você pretende filmar, os meus amigos Nikonzeiros me falam que os resultados são bons mesmo! E com 2 slots para cartões, você pode separar os arquivos e Seguir fotografando mesmo depois de filmar várias cenas.

    Enfim, espero que o novo equipamento lhe abra novas possibilidades criativas e (e novos retorno$, profissionalmente).

    Um grande abraço!

  6. Gerson Gonçalo says:

    Gostei muito das suas palavras, hoje estou saindo de uma D200 para uma D7000 e uma D300s.

    A D7000 sera minha companheira nos meus ensaios e casamentos, por ser uma maquina leve, com 16mp e ter um Iso espetacular e não tem grana para comprar uma D700.
    Já a D300s é a guerreira para meus free em jornais e agencias, até mesmo pq faço futebol e politica, a velocidade de 8fps, ser blindada e ter mais pontos de foco isso é primordial para o Hard News.
    Parabéns….

  7. @WilliamCoiote says:

    Legal mesmo a tua história, eu tenho uma d3000 e espero tambem adquirir uma camera foda!!! as vezes me sinto limitado com a D3000 mas assim que puder to fazendo um rolo pra conquista de um novo equipamento!!! parabens e bons click!!!

  8. Luiz Fernando says:

    Hua,

    fiquei impressionado com o fato de você fotografar com uma 50mm no escuro e com foco manual. Eu nem imagino como seria isso. Mas tenho certeza de que isso a fez desenvolver uma habilidade maior em observar a luz. Muitas vezes os inúmeros recursos tecnológicos nos deixam preguiçosos. Parabéns pelo up e, há, eu estou certo de que as suas fotos vão melhorar na medida que você explora os novos recursos que tem agora a mão! Fiquei mais ágil quando recentemente saí da T1i pra 7D.

    Abraço e boas fotos com sua nova D7000.
    Luiz Fernando.

  9. Bruno Fontes says:

    Parabéns pelo post. Apesar de você ter dito que “review” é complexo, pra mim, o verdadeiro review é esse aí, quando um fotógrafo fala do seu equipamento, aquele que tem para usar, aquele que optou por ele.

    Um abraço do @BrunoFontesFoto.

  10. Rodrigo Alves says:

    Hua, tudo bem?
    Antes de mais nada, Parabéns pela nova aquisição! Fiquei muito contente! Aproveito para agradecer por compartilhar suas dúvidas e conhecimentos! Me ajudou bastante! Já decidi qual será (ainda não sei quando) minha nova câmera!

    Obrigado, mais uma vez!
    Beijos e muitas Fotos!

    Rodrigo Alves.

  11. Fernando Kovalski says:

    Olá Huaine, parabéns pelos posts… desde que encontrei seu blog no google, tenho seguido direto seus posts e venho me encantando cada vez mais! Parabéns também pela compra do seu novo equipamento… espero poder comprar uma D7000 um dia (meu sonho de consumo) HAIUSHAUIHSIUAHSIUH.
    Bjos, e ótimas fotos com ela!
    Fernando Kovalski

  12. Fabio Martins says:

    Olá Huaíne! Eu tenho uma Nikon D90 e queria comprar um segundo corpo, para ter mais segurança mesmo, tenho muito medo que no meio de algum trabalho ocorrece algum problema. Eu estava pensando em comprar outra D90, nesse caso uma usada, já que aqui no Japão as câmeras usadas além de serem muito baratas são muito bem conservadas, os japoneses são muito cuidadosos… Mas depois desse seu post eu decidi comprar uma D7000 e utiliza-la como primeira câmera e deixar a D90 na reserva caso aconteça algum problema. Parabéns pelo blog e pelo seu trabalho que é muito lindo. É possível ver o amor que você tem pela fotografia em cada imagem sua…

    Ps. Se precisar de algo aqui do outro lado do mundo é só dar um toque, viu!

  13. Jefferson says:

    Huaíne,
    Muito bacana da sua parte passar essa experiência de troca de maquina, pois além da troca do corpo agora vc deve estar com uma 18-105mm que é uma bela lente, né! escura, mas mesmo assim uma bela lente.
    Eu estou na fotografia há 1 ano, ou melhor vai fazer 1 ano em dezembro, você foi uma das primeiras pessoas que me inspiraram a comprar uma maquina e seguir em frente com esse sonho de fotografar, não tenho a pretensão ser ser profissional e sim ser apenas fotografo.
    Tenho uma D3100, gosto muito dessa maquina, a pouco tempo comprei uma 35mm 1.8 DX, que lente maravilhosa!!! Mas fico sempre pensando se a qualidade das fotos seriam melhores se tivesse outra… essa outra seria uma D7000 mesmo, pois ainda tenho a limitação de ter lentes com motor de foco… isso prende um pouco na escolha e nos valores.
    Bem… boa sorte com sua nova Nikon, espero ver muitas fotos suas com ela… contine a fazer seus tutoriais que ajudam muito, ok!!

    Abraços.

  14. Andréia Paula says:

    Primeiro gostaria de parabenizar pelo blog e pelas dicas…pelo que acompanho vc a cada dia está se evoluindo mais e mais….Tenho uma D90 que infelismente me deixou na mão, travou do nada….mandei pra assistência , quando ela voltou trabalhou legal alguns dia, depois em 1 casamento ela simplesmente trava novamente..ainda bem que eu tinha comprado uma D7000..minha salvação, só espero que ela não faça como a D90 e me deixe na mão rs rs rs.
    Trabalho também com a Canon 40D, mas confesso que a Nikon D7000 é muito. mas muito melhor, sem comparações.

  15. Ronald says:

    Olá Huaíne!

    Parabéns pela nova companheira: a D7000 é uma baita câmera.
    Eu ficaria na dúvida, também, se fosse usuário Nikon: gostei muito do “feel” da D700 que experimentei na PhotoImage, semana passada. Mas sou usuário Canon e a variedade de lentes é maior que da Nikon, por isso continuo com ela.
    Uso minhas 50D e 20D para os trabalhos do dia-a-dia e quando preciso filmagem, pego a T2i de um amigo. Porém não descarto a compra de uma entry level para essa função e para uso familiar.

  16. Isis says:

    Mandei no e-mail mas vou pôr aqui também, aceito sugestões de todos! =D

    Eu tenho a Nikon D40, acho uma ótima câmera. Mas ultimamente tenho sentido limitações, principalmente os pontos de foco e o ISO, já que não tenho o dinheiro para as lentes claras que eu queria, hehe.

    Já há algum tempo eu penso na D7000, é por isso que estou te perguntando. Uma vantagem que vejo nela é o motor interno, que me permitiria comprar lentes mais baratas. E aí temos uma nova dúvida: melhor comprar um corpo sem motor (seria a D5100) e uma lente AF-s com o dinheiro que sobrasse, ou comprar logo com motor? Também penso em investir em luz, um flash SB400 e talvez um desses AlienBees, que uma fotógrafa que eu amo usa bastante:

    http://www.youtube.com/watch?v=lcqmS302KPM&list=UU6YTqyktdyTBLzjFmwhMgbA
    (Quem não conhece, veja o making of, realmente lindo, uma aula!)

    O que você recomendaria? Qual seria uma outra boa lente para investir? Vou comprar com uma pessoa que vai aos EUA e pretendo gastar cerca de R$3500,00 (a D7000 sairia por R$2.400,00).
    Também queria saber se a 18-105 vale a pena (já li bons reviews sobre ela, mas gostaria de saber sua opinião), porque sem ela o preço da câmera cai bastante, para R$1920,00.

    Segue uma listinha do que eu tenho:
    – D40
    – 35mm 1.8
    – 18-55
    – 55-200

    Gosto de fotografar ensaios de moda, books, crianças e mais pra frente, penso em casamentos.
    Muito obrigada pela ajuda, estou ansiosa para ver suas primeiras fotos com o novo bebê! =)

    • Emerson says:

      Adorei o posto no youtube, parabéns. Não posso dar palpites técnicos apenas de entusista de fotografia, sou um pseudo amador ainda…rsrs
      Quero ficar bom feito vocês… estou estudando…
      Abraços,
      Emerson.

  17. Emerson says:

    Comecei a estudar fotografia e a culpa é sua…rsrs
    Comprei uma D7000 veio com o kit 18-105 VR e em seguida adquiri uma segunda lente uma Nikkor AF-S VR 70-300, estou adorando e valeu pela dica.
    abraço,
    Emerson.

  18. Flávia Azevedo says:

    Oi Huaíne!

    Eu tb sou recente na fotografia. Estudo há pouco mais de 1 ano. Meu namorado é fotógrafo profissional e isso me influenciou na decisão de estudar mais. Acabei de adquirir minha primeira câmera, que tb é uma D7000. Estou absolutamente encantada, já era pela D90, mas essa realmente supera as expectativas. Concordo absolutamente com vc, quem faz a foto é o nosso olhar antes de mais nada. A tecnologia é um canal que nos ajuda a externá-lo!

    Tenho muita paixão pela fotografia de família, em especial de crianças e bebês e estou me especializando nisso. Vc é uma inspiração!

    bjs,
    Flávia Azevedo

  19. Eduardo says:

    Eu amo essa câmera! Porém, minha única reclamação sobre a D7000 é justamente o peso dela, que eu considero muito leve. Tanto que na minha eu tratei de comprar logo um battery grip, para dar um pouco mais de peso na câmera. Eu considero que o peso é um aliado importante ao tirar fotos em ISO elevado, usando lentes fixas sem VR, pois o peso maior permite que a mão fique mais estável, evitando que as fotos fiquem tremidas nessas condições. Um slot p/ cartão compact flash tbm seria muito bem vindo… Tirando essas duas características dela, não há o que falar, a D7000 é quase uma definição da palavra perfeição.

  20. Takeo Takehara says:

    Mto bem esclarecido!
    isso me ajuda bastante, minha situacao é bem parecido com a sua, tenho um a d5000 e começou uma necessidade de troca…(clientes, qualidade, exigencia….e por ai vai). Pretendo fazer a troca ainda esse ano e ja está definido.
    Também cogitei a d300s e pelos msm motivos não optei por ela, realmente se for ver bem, a D300s e a D90 são muito parecido, começando pelo uso do msm sensor e processador.
    Ah Expeed 1 e 2, é o software de processamento interno da nikon q converte raw em jpg, so e util pra qm trabalha em jpg, pra quem usa raw isso num tem laa uma utilidade…

    parabem por tanta repercussão, por uma otima matéria!

    Ah “A responsabilidade de fazer fotos melhores está em minhas mãos, não nas da Nikon”
    vo guardar essa frase, tem mta gente q precisa ler isso….hehehehe

  21. Débora says:

    Ola!

    Adorei seus comentários, não sei se você pode me ajudar estou querendo uma camera mas a D7000 está meio salgada. O que você acha da D5100? Para fotos e videos?

    Desde de já obrigada pela ajuda!

    Débora

  22. Pingback: Fotolivro – álbum da Mimi : Huaíne Nunes Fotografia Infantil

  23. Leonardo Vasconcelos says:

    Olá.

    Gostei muito do seu post.

    Também tive como a minha primeira DSLR uma Nikon D60, depois passei para uma Nikon D200 (fiquei pouquíssimo tempo com ela, depois passei para a minha esposa) e então comprei a minha D7000.

    Concordo com TUDO o que você falou sobre as suas impressões sobre a D7000. Pensei exatamente as mesmas coisas quando comecei a usá-la.

    A minha D200 comprei usada de um colega meu, quando ele me vendeu a câmera ele comprou uma D300s e pouco depois comprei a D7000. Fiquei pensando se eu não deveria ter comprado a D300s no lugar da D7000, começou a bater aquele leve “arrependimento”. Então fui ver os reviews da D7000. Quando vi que ela é constantemente comparada a D300s e que, mesmo a D7000 sendo de uma categoria inferior, muitos dizem que ela não deixa nada a desejar para a D300s eu fiquei mais tranquilo. E pelo o que estou vendo isso é verdade.

    Sem contar que a D7000 supre e supera tudo o que eu necessito. Então, até o momento, não tenho necessidade de ter uma DSLR de categoria superior.

    Bem é isso, quando vi o que você escreveu é como se eu mesmo tivesse escrito.

    Parabéns pela escolha. hehehe

    Te adicionei no Flickr, ok?

    Até mais.

  24. Gustavo says:

    Olá, Huaíne,

    Como você, migrei de uma d60 para a d7000.

    Me diga, sua Câmera apresentou problema de back focus?

    Uns dizem que isso só acontece quando a lente não é boa (ex. lente do kit).

    Se der, fale de sua experiência com suas diversas lentes.

    Um abraço,
    Gustavo.

  25. Airton says:

    Oi Huaine, há algum tempo acompanho seu trabalho. Bacana a sua troca, parabéns ( já é dezembro e vc trocou no meio do ano srsrsr) .

    Bom… porém fiquei com uma questão em mente: por que você vendeu, e não ficou com sua D60 como máquina reserva? Não acha que seria legal ter esta D60 para o caso de uma emergência ?

    Abraços, tudo de bom !

  26. Fabrício says:

    Olá Huaíne Nunes, tudo bom.
    Essa câmera é muito boa mesmo, eu faço fotografia de festa infantil e uso ela também. Eu gostaria de fazer uma pergunta, qual a medição que vc usa nos seus trabalhos? Pontual, pontual ponderada ou matricial e pq? Abraços!!

  27. Cristiane says:

    Ola Huaine tudo bem? veja se pode me ajudar peguei a d7000 essa semana tb usava d60 tenho uma 50 mm serie e e nao consegui fazer foco automático de forma alguma se puder me ajudar desde já agradeço

    • Duda says:

      Cristiane, provavelmente seu problema é não saber mexer na câmera, pois todas as câmeras SLR passam por testes de qualidade rigorosos antes de serem embaladas e vendidas, e dificilmente uma delas apresentará problemas tão cedo (apesar de não ser impossivel de acontecer). Leia o manual, pois provavelmente a solução do problema estará lá. A Nikon D7000 é uma câmera com muitos recursos e opções de configuração, e se vc não souber desses detalhes, não terá como extrair todo o potencial dela, além de eventualmente se deparar com “defeitos” que na verdade podem ser apenas reflexo de uma configuração errada da câmera. Vc já procurou saber se sua lente está com o motor de foco estragado (se ela for AF-S)? Ou se o botão AE-L/AF-L está configurado p/ fazer foco? Porque se estiver, a câmera irá fazer foco pressionando esse botão, e não no primeiro estágio do disparador, onde deveria ser o ideal… Por isso, não hesite, leia o manual, e aprenda tbm a mexer nela em reviews na internet, e tenho certeza que vc encontrará a solução do seu problema.

  28. paulo says:

    parabens pela aquisição, gostaria de saber tenho uma d90, sera que vale pena trocar para d7000 a diferençã em iso e grande assim?
    vc costuma usar flash nas suas fotos? estou pensando um comprar sb 700 ou 900?

    agradeço e parabens pelo blog

  29. Eduardo says:

    Olá Huaíne,
    Tem um tempo que fiquei interessado nessa câmera. Antes, fiz uma pesquisa entre essa D7000 Vs D90 (sua antecessora). Dizem que há uma boa diferença entre as duas, tendo a D7000 mais vantagens.
    Eu queria saber mesmo é a respeito do ISO na D7000. Você que realiza seu trabalho em áreas com pouca luza, como igreja, casa de festa, clube, etc… Como a D7000 se sai no quesito ruído em ISO alto?

    Parabéns pelo blog.

    • Huaíne Nunes says:

      Oi Eduardo. Ela tem um desempenho excelente em ISOs altos, mesmo fotografando em jpeg. Tem um post aqui, chamado Batizado do Rafa, que foi todo fotografado em ISO2500, sem usar redutor de ruídos na pós-produção, se puder, dá uma olhada. abraços!

  30. Marcello Pereira says:

    Oi Huaíne, gostei muito do seu texto, eu acabei de comprar a minha segunda D7000, agora tenho uma D90 e duas D7000, ví num comentário anterior você dizendo que nunca teve problemas de backfocus, você fez o ajuste fino pra cada lente que usa nela?
    Esse aí estou me referindo: http://www.youtube.com/watch?v=soPFToTnx9M&feature=fvwrel
    Pois eu já fiz na minha antiga, mas acabei zerando novamente depois de ler em um monte de sites que esse ajuste não é realmente necessário. E aí o que você acha? Abraço e parabéns pelo blog! Sempre acompanhando…

    • Huaíne Nunes says:

      Oi Marcello. Eu li bastante a respeito mas ainda não fiz nenhum ajuste… Será que não é necessário? Acho que varia de câmera pra câmera e de lente pra lente. Ainda não fiz uns testes mais precisos, mas parece que a 50mm ta apresentando um sutil backfocus, mas a 24-70 não… ainda tenho que estudar mais o assunto hehehe.

  31. Claudio Carvalho says:

    Sou muito grato pelas suas dicas. Sou novato e meu conhecimento é irrisório para escolher uma macro para a minha Nikon D7000. Poderia me ajudar? Quero fotografar insetos. Agradeço desde já.

  32. Guimaraes says:

    Me identifiquei bastante com os seus comentarios , principalmente no caso das lentes do PAI … a D 7000 foi a minha primeira experiencia com uma DSLR , antes só mesmo analogicas Nikon . Pesquisei bastante antes da compra , mas o que me conquistou foi o fato de poder usar na D 7000 minhas lentes manuais , o que me deixou bastante surpreso foram os resultados . Poder filmar com uma lente manual 20 f 2.8 … com resultados de uma 30 mm , com direito a fotometria foi surpreendente e prazeroso . Tenho 6 lentes manuais todas nikon , e com mais 50 anos de uso pela frente ( acho que EU mesmo não vou durar tudo isso ) … foi muito bom . Para não ficar somente nas lentes antigas , comprei apenas duas DX , uma Sigma 10 ~20 f 3.5 e uma tambem Sigma 18 ~250 f 4 , as duas excelentes , em suas utilizações basicas . No mais , achei a camera o maximo , bem simples de ser usada e com recursos que mesmo um analogico – maniaco como eu gostou de ter . Um abraço a todos voces .

  33. Pingback: Manual Usuario D7000 Pdf - Queerspectives

  34. Pingback: Equipamento Pos Costs | Actual Percentil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *