Arquivos da categoria: Conteúdo para Download

Oláá pessoal.

Hoje tenho uma super novidade para vocês, tem lançamento na Lojinha da Hua: Novo E-book Acompanhamento de Bebês!

Banner-Ebook_acompanhamento-blog

Há mais de dois anos tenho o privilégio de acompanhar bebezinhos desde o seu nascimento (algumas vezes antes mesmo de virem ao mundo) e vê-los se desenvolver até completarem um aninho de idade. É um dos trabalhos que mais gosto de fazer. O envolvimento que temos com cada família e as amizades que se formam ao longo do percurso, fazem do acompanhamento uma das atividades mais prazerosas para o fotógrafo infantil.

Para fotografar bebês, é preciso, além de sensibilidade e técnica, muito conhecimento sobre cada fase de seu desenvolvimento. Quanto mais se sabe sobre o universo infantil, melhor será o nosso trabalho. Para um fotografo responsável, o estudo vai muito além da técnica fotográfica. Pensando nisso, desenvolvi este e-book, que fala sobre cada etapa do crescimento do bebê, de forma divertida e trazendo consigo dicas de como fotografar, posicionar e dirigir ensaios com bebês de diferentes idades.

Neste E-Book Acompanhamento de Bebês, você aprenderá sobre:

-Fotografia de recém-nascidos no estilo lifestyle.
-Cada fase do desenvolvimento do bebê e como aproveitá-las em cada ensaio.
-Diferentes tipos de acompanhamento.
-Como montar diferentes propostas e como cobrar por este tipo de trabalho.
-Sugestões de temas e possibilidades para tornar o acompanhamento menos repetitivo.
-Ensaio smash the cake e relacionados.
-Iluminação e produção na fotografia lifestyle.
-Orientações para os clientes.

CLIQUE AQUI para visualizar uma prévia do E-Book Acompanhamento de Bebês.

Além disso, para quem não conhece os outros dois e-books disponíveis na Lojinha, o Fotografia Infantil 2ª Edição e o Desafios do Início de Carreira, poderá adquirir um Kit com os 3 E-books, economizando!
O Fotografia Infantil 2ª Edição está com preço promocional, de R$39,90 por R$29,90.
Já o Kit com os 3 juntos, sai por R$79,00.

Aproveitem :)

Olá queridos!

Com o sucesso do 1º post sobre Tipografia – Fontes para Fotógrafos, reuni mais uma mini coleção de fontes para downloads.

Adoro brincar com tipografia. Para nós, fotógrafos, ter um bom acervo de fontes é sempre bastante útil.  Eu uso principalmente em capas de álbuns e design dos CDs que entrego aos meus clientes.

Todas as fontes foram baixadas de sites que disponibilizam downloads gratuitos e para uso livre. Clique na imagem para baixar o pack com 10 fontes.

Aproveitem!

Oi queridos.

Hoje resolvi trazer para vocês um assunto que não vejo muito em blogs de fotografia, a tipografia. A tipografia é “a arte e o processo de criação na composição de um texto, física ou digitalmente. Assim como no design gráfico em geral, o objetivo principal da tipografia é dar ordem estrutural e forma à comunicação impressa.” – wikipédia.

Esse é um tema muito comum a designers gráficos e vocês podem ler tudo sobre tipografia clicando aqui. Mas a verdade é que nós fotógrafos também usamos muito a tipografia, seja no visual do nosso blog, no nosso cartão de visitas ou (principalmente, no meu caso) na diagramação de álbuns.

Não sei vocês, mas eu procuro nunca repetir fontes quando diagramo um álbum para meus clientes. Tenho uma coleção bem grande aqui e sempre escolho uma que melhor se adeque ao tema. Por exemplo, a fonte usada para escrever o nome dos noivos em um álbum de casamento será infinitamente diferente da fonte que escolherei para estampar a capa de um álbum de aniversário de um menino de 8 anos. São inúmeras as possibilidades.

Como sempre gosto de testar, pesquisar e brincar, selecionei para vocês algumas fontes que considero bem legais. São bem poucas, mas são boas. Ao clicar na imagem vocês já farão o download direto do pack com 11 fontes diferentes do meu acervo pessoal.

Enjoy!

clique na imagem para fazer o download

Olá pessoal, como estão?

Hoje nós vamos aprender a fazer rebatedores para flash externo, usando algumas ferramentas caseiras.

Faremos dois modelos, um de cartolina e outro de EVA.

Rebatedores para flash são muito úteis, pois aumentam a área de luz, deixando-a mais difusa e homogênea. Para retratos são uma mão-na-roda.

Você vai precisar de: cartolina branca, elástico de dinheiro, fita adesiva (preferencia dupla-face), silvertape, estilete ou tesoura, uma folha de E.V.A. e velcro.

Este primeiro modelo, quem me passou foi meu amigo e grande fotógrafo, Leandro Neves (as fotos da montagem do de cartolina são dele, o modelo de E.V.A é meu).

Vocês podem imprimir o modelo de cartolina daqui, colar numa cartolina ou papel ainda mais espesso (desde que branco), recortar e montar. No modelo SB600 da Nikon ele fica perfeito.

Para montar, é só reforçar as extremidades da cartolina, aqui o Leandro usou silvertape.

Para fixá-lo no flash, é só usar um elástico, desses de dinheiro. Funciona muito bem.

Por fim, veja como a luz se comporta com ele:

Clique aqui para baixar o modelo do rebatedor pronto para impressão em .pdf.


___________

O segundo modelinho que você pode experimentar, é o rebatedor em E.V.A. branco. Basta recortar no tamanho desejado, fixar o velcro usando a fita dupla-face e prendê-lo ao flash. O legal desse modelo com velcro, é que ele fica adaptável à quase qualquer modelo de flash.

Vejam como a luz se comporta com ele.

Na primeira foto usei o flash em 45º direto apontado para a minha cunhada. Na segunda imagem, usei o flash em 90º com o rebatedor em E.V.A.

A luz ficou muito menos dura e iluminou melhor o rosto dela.

________________

O rebatedor se torna muito bom, principalmente em duas situações:

-Em locais fechados, onde você não dispõe de teto baixo e/ou branco. O rebatedor “quebrará esse galho”, com a superfície branca simulando o teto e difundindo a luz.

-Em local aberto, trabalhando com a luz natural dura (sol ao meio dia, por exemplo). Nesse exemplo, teremos muita luz e muita sombra dura. Usando o flash rebatido, podemos equilibrar essa luz, mesclando a luz artificial com a natural e iluminando o objeto por completo.

Esta imagem da nenezinha engatinhando é um exemplo de luz natural e artificial mescladas. Na frente dela, vinha uma luz relativamente forte, enquanto atrás se formava uma sombra escura. Usando o flah rebatido, preenchi com luz artificial a sombra escura, deixando toda a imagem homogênea.

Brincar com luz é sempre um exercício legal. Aconselho que voces montem vários modelos de rebatedores, virem o flash do avesso ao testar as possibilidades. Eu já fiz milhaaares de modelos, nem todos bem sucedidos, mas todos me fizeram aprender mais sobre o comportamento da luz. É sempre válido!